Das Grandes Histórias de Amor

17.12.13
Já disse aqui que sou mãe há quatro anos, mas sou irmã mais velha há muito, muito mais.

Não seria quem sou sem ter tido uma irmã. Não seria quem sou, não fosse esta a minha irmã.

Hoje, num dos momentos mais importantes das nossas vidas, eu queria tanto, tanto estar lá, que sinto que estou, só o corpo está aqui.

Ás duas e meia da manhã, senti que alguma coisa estava acontecer. Como temos o mar pelo meio e não queria aumentar o nervosismo por lá, enviei uma sms à minha mãe, que está lá e esperei resposta... nada.

Pensei então que era só nervosismo meu.

Ás 8h chegou o telefonema que o confirmou, a minha irmã estava com contrações desde cerca das 3h e agora ia para o hospital. A violência da emoção foi tão grande que me senti esvair de pensamentos, emoções e energias e sei de antemão que essas não vão voltar tão cedo. Estou lá, os pensamentos estão lá, as forças e energias estão canalizadas para lá e aqui só ficou um enorme nó na garganta.


Ilustração de João Rodrigues


3 comentários:

  1. Vai tudo correr bem! Por lá esta uma guerreira intrépida com a força de um vulcão. Benvindo sejas <3

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...